Agência de Notícias

11/06/2019

STM será parceiro do Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate a FakeNews

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deu início a mais um projeto para combater a proliferação de notícias falsas. A iniciativa é o Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate a FakeNews, lançado oficialmente na manhã desta terça-feira (11) no Supremo Tribunal Federal (STF). O Superior Tribunal Militar (STM) também fará parte do projeto e irá contribuir dentro de suas áreas de atuação e com as ferramentas de que já dispõe.

O objetivo do painel é combater, por meio da checagem e verificação de informações, a proliferação de notícias falsas e conteúdos inverídicos disseminados na internet e em redes sociais. A ação reunirá organizações públicas e privadas, dentre elas os Tribunais Superiores, entidades representativas da magistratura, Defensoria Pública da União (DPU), Advocacia-Geral da União (AGU), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), além de agências de checagem, tais como : Aos Fatos; Boatos.Org; Conjur; Jota; Migalhas; UOL-Confere; Fundação Getúlio Vargas (FGV), entre outros.

Uma das formas de atuação será a junção de esforços com a campanha #FakeNewsNão, que está em vigor desde 1º de abril, e da qual o STM também participa, retwittando (rt) conteúdo de parceiros e produzindo outros próprios.

Na abertura do evento, o ministro José Antonio Dias Toffoli, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), salientou que a importância de combater as notícias falsas, que são especialmente graves quando praticadas contra o Poder Judiciário, que lida diariamente com questões sensíveis, muitas de grande repercussão em todas as áreas.

Dessa forma, o Painel Multissetorial será mais uma ferramenta de alerta que buscará orientar os cidadãos - internautas e leitores - sobre como checar a veracidade das notícias que recebem.

Assista à matéria abaixo 

Mídia

Mais nesta categoria